5 de abril de 2012 às 22h39min - Por Mário Flávio

O entendimento no PT do Recife é uma situação que a cada dia fica mais complicada. O presidente da sigla no Recife, Oscar Barreto, apontou as cinco mentiras do pré-candidato, Maurício Rands. Segundo Barreto, com esse perfil, fica difícil do deputado federal licenciado ter o nome como candidato do partido a sucessão de João da Costa.

Veja a lista de Oscar:

1) Maurício Rands diz que é candidato com o apoio da tendência Construindo um novo Brasil (CNB). Isso é uma mentira. A CNB está rachada.

2) Maurício diz que tem o apoio do partido. É outra mentira. Somos 16 tendências. Dessas, ele tem, parcialmente, a CNB, e não dispõe do respaldo da direção nacional, que já deixou claro não apoiar o seu nome.

3) Ao ter o nome especulado, Rands dizia que agregaria os partidos da Frente Popular. Oficializou a candidatura e isso não aconteceu. Qual foi o partido que manifestou apoio a ele?

4) Ao buscar apoio à sua pré-candidatura, em Brasília, falou em nome do governador. Até agora, que eu saiba, Eduardo Campos não disse que o apoiava. Ao contrário, tem dito que essa é uma questão do PT.

5) Maurício disse à imprensa nacional que o ex-presidente Lula defendia o seu nome, mas isso é uma grande mentira. Lula não manifestou qualquer apoio a Rands.

Ao finalizar a lista das “cinco mentiras de Rands”, o presidente municipal enfatizou que elas são prejudiciais ao diálogo interno. Considerou Rands um quadro político importante no PT e admirável, mas disse que não podia discutir política em cima de falsas declarações. “Ele não pode forçar a barra com mentiras que não ajudam, ao contrário, só nos atrapalham”.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro