25 de fevereiro de 2016 às 19h16min - Por Mário Flávio

funcultura

A Secretaria de Cultura do Estado e a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco iniciam, nesta sexta-feira (26), o recebimento dos projetos do Funcultura Geral 2015/2016. Nessa edição, o edital vai incentivar, com R$ 20 milhões, a produção, a difusão, a pesquisa e a formação nas seguintes linguagens artísticas e áreas culturais: Artesanato; Artes Plásticas e Gráficas; Circo; Cultura Popular; Dança; Design e Moda; Fotografia; Gastronomia; Literatura; Música; Ópera; Patrimônio; e Teatro. Existe ainda a categoria Artes Integradas, que possibilita projetos que promovam o diálogo entre diferentes linguagens.

As inscrições de projetos seguem abertas até o dia 28 de março. As propostas poderão ser protocoladas, no horário das 8h às 12h, na sede da Fundarpe (Rua da Aurora, nº. 463/469, Térreo, Boa Vista – Recife/PE – CEP 50050-000.), ou enviadas pelos Correios, via SEDEX, desde que postadas até o dia 28 de março. Podem participar da seleção pública pessoa física ou jurídica, desde que inscrita regularmente no Cadastro de Produtor Cultural (CPC), cujo prazo de renovação/inscrição se encerrou na última segunda-feira (22). O presente edital é também resultado de discussões ocorridas no Ciclo de Escutas Setoriais, que contou com a participação de artistas e produtores entre os dias 14 e 16 de dezembro do ano passado. Confira aqui o edital e seus anexos.

Capacitações
Ao longo dos meses de janeiro e fevereiro, a Superintendência de Gestão do Funcultura/Fundarpe e a Diretoria de Formação Cultural da Secult-PE realizaram uma série de capacitações na Região Metropolitana e nas demais Regiões de Desenvolvimento do Estado, afim de esclarecer dúvidas e orientar artistas e produtores a participarem do edital Funcultura Geral 2015/2016. “Foram 38 capacitações, em 23 cidades pernambucanas. Além de incentivar o ingresso de novos projetos, principalmente provindos do interior do Estado, as capacitações permitiram aos participantes, produtores, artistas e interessados na produção cultural o esclarecimento de dúvidas e, dessa forma, tentamos contribuir para a diminuição de erros no preenchimento dos formulários exigidos na apresentação dos projetos”, disse Gustavo Araújo, superintendente do Funcultura.

De acordo com ele, o ciclo de capacitações reuniu um total de 415 participantes e contemplou, além de nove comunidades quilombolas e indígenas, os segmentos de cultura popular, música, ópera, teatro, dança, circo, design e moda, gastronomia, literatura, dentre outras linguagens. “Neste ano, tivemos a preocupação de aperfeiçoar um material unificado para os facilitadores das oficinas e, através dessas rodadas de capacitações, em especial nas áreas mais afastadas da Região Metropolitana, permitimos que as pessoas tivessem acesso à documentação exigida para se inscreverem no CPC, que é o primeiro passo para poder participar do edital”, disse Araújo.

Esclarecimentos
Dúvidas em relação às exigências do edital do Funcultura Geral 2015/2016 poderão ser esclarecidas através do e-mail: funculturaeditais@fundarpe.pe.gov.br.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro