22 de julho de 2015 às 09h39min - Por Mário Flávio
Bruno Martins evitou o choque com a opinião dos vereadores. A imagem é de Paulo Roberto Filho

Bruno Martins evitou o choque com a opinião dos vereadores. A imagem é de Paulo Roberto Filho

Em meio a polêmica decisão dos vereadores das Comissões da Câmara responsáveis por analisar o projeto de Transferência da Feira, o secretário jurídico da Casa, Bruno Martins, evitou polemizar com os parlamentares e garantiu que a divergência é salutar para a democracia. Ele lembrou que o texto assinado por ele e o procurador José Américo é opinativo e apenas fez alguns alertas ao projeto, mas não é contrário a matéria enviada pelo prefeito José Queiroz. Segue abaixo o áudio da entrevista dele ao Jornal das 7.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro