25 de março de 2013 às 16h25min - Por Mário Flávio

O trabalho de fiscalização em pontos comerciais, em especial casas noturnas, de Caruaru completou nesta segunda (25) dois meses. Reforçada após a tragédia que houve na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, a Secretaria da Fazenda Municipal fez o primeiro balanço da operação.

Com saldo de 123 estabelecimentos visitados, 18 chegaram a ser interditados, porém apenas um continua impedido de funcionar. Além das casas noturnas, já receberam a equipe algumas escolas, indústrias e lojas da cidade.

A ação tem sido realizada pela Comissão Integrada de Fiscalização de acordo com a Portaria GP nº 140/2013. O grupo composto pela Secretaria da Fazenda Municipal, Vigilância Sanitária, URB, Destra e Bombeiros observa itens de segurança e sinalização para casos de acidente, a documentação que regulariza o funcionamento do comércio, a higiene no trato com alimentos e a estrutura física do local.

Segundo o coordenador da Comissão, Emerson Araujo, o trabalho de campo será permanente. “Vamos a todos os estabelecimentos que dependem de Alvará para funcionar. Precisamos deixar as pessoas seguras nos ambientes que frequentam. Conseguimos fazer uma parceria eficiente para formar esta Comissão, por isso vamos aproveitar para atender a solicitação feita pelo Ministério Público de observar os pontos com rigor”, acrescentou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro