4 de julho de 2018 às 19h12min - Por Mário Flávio

Usar a quantidade correta de produtos para não prejudicar a saúde do cliente e não desperdiçar são preocupações que todo trabalhador com beleza deveria ter. Não é só uma questão técnica, mas, principalmente, de gestão, o que geraria custo desnecessário, prejuízo ao meio ambiente, sem falar nas consequências para o cliente que pode ter várias reações ao excesso de produto. É por isso que o Sebrae está realizando o “Seminário Gaste Menos” com o objetivo de aumentar a rentabilidade do salão de beleza com o uso de técnicas que vão otimizar os processos de manipulação e aplicação de produtos.O evento vai acontecer no dia 16 de julho, das oito da manhã às cinco da tarde, e é voltado para donos e profissionais de salão de beleza, barbearias, clínicas de estética e esmalterias. “Vamos acabar com o vilão do salão de beleza, com o que desce pelo ralo, que é literalmente o dinheiro indo embora”, explicou Ingredh Pimenta que é consultora e trabalha há dez anos no segmento de beleza.A redução de resíduos é um dos aspectos a serem abordados no evento.  O impacto ambiental gerado por salões de beleza e como minimizá-lo, o rendimento melhor de alguns produtos e como diminuir a agressão química aos fios de cabelos dos clientes também fazem parte da programação do curso. O investimento para fazer essa capacitação é de R$100,00 (cem reais) e é só ligar para um dos números (81) 2103.8400 ou 0800 57 0800 para fazer a inscrição.Em Caruaru, há 1.200 negócios de beleza, que incluem esmalterias e salões de beleza, mas esse número pode ser o dobro se forem contabilizadas as empresas não formalizadas. Laudemiro Ferreira, analista do Sebrae, destaca a importância do treinamento porque vai impactar diretamente no negócio: “usando os produtos e manipulação adequados, é possível reduzir custos, impactando diretamente na saúde financeira do empreendimento”.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro