12 de setembro de 2013 às 09h25min - Por Mário Flávio

Muito se discute o papel de Caruaru na eleição de 2014. O senador Armando Monteiro (PTB) já deixou claro, que se ele for mesmo candidato, a chapa terá a presença efetiva de um político local, com especulações sobre os nomes de vários aliados do trabalhista. Mas se o candidato da Frente Popular for mesmo o vice-governador, João Lyra (PDT), o caminho seria justamente o inverso. O nome escolhido para ser o vice viria do Recife, um fato inusitado na história política de Pernambuco.

A explicação é simples. João é bastante conhecido no interior, foi prefeito de Caruaru por duas vezes e ainda tem laços estreitos com diversos prefeitos no Agreste e Sertão de Pernambuco. Um nome da Região Metropolitana iria fechar uma chapa com capital e interior. A deputada federal e ex-prefeita de Olinda, Luciana Santos, é a mais cotada pelos analistas como nome ideal. A comunista fez uma boa gestão, elegeu o sucessor e daria leveza a chapa, além de ser de um tradicional partido de esquerda.

Ainda essa semana podermos ter novidades sobre as filiações e as conversas podem seguir ocorrendo. No entanto, a candidatura de João só vai vingar com o efetivo apoio do governador Eduardo Campos (PSB). O socialista deve anunciar o candidato que vai apoiar no início do ano que vem.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro