1 de novembro de 2012 às 09h37min - Por Mário Flávio

20121101-093737.jpg

A Câmara de Santa Cruz do Capibaribe realizou Audiência Pública para discutir da LOA e o Plano Plurianual. O evento contou com a participação de Bernardo Barbosa, diretor da CESPAM (Centro de Estudos, Pesquisa e Assessoria em Administração Municipal) e Ronaldo Melo, da CERTAM (Centro Regional de Treinamento em Administração Municipal). Os dois experientes contabilistas prestam serviços de contabilidade a prefeitura e Câmara Municipal, respectivamente.

Bernardo Barbosa realizou uma breve explanação sobre as peças orçamentárias e a importância da sua discussão pela população, colocando-se, assim como Ronaldo Melo, a disposição para tirar dúvidas a respeito das questões técnicas. O Vereador Ernesto Maia, enquanto Presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, presidiu a sessão, que também teve a presença dos Vereadores Afrânio Marques e Zezin Buxin.

Na oportunidade se fizeram presentes também os representantes das seguintes entidades: Fábio Lopes (CDL), Antônio Taveira (COMDEF), Luiz Carlos (COMDEMA), Jadilson Francisco (CMAS), Narah, Cloves e Gilson (Conselho Tutelar), Marivaldo e Moisés (COMDECA), Alencar Lopes (Associação do São Jorge), Djalma José (Associação da Palestina), Marcos Antônio (Associação dos Mototaxistas), Laércio Glicério (Sociedade Civil), Moisés Chaves (Bicicross) e representantes da imprensa santacruzense. Na ocasião, todos utilizaram a tribuna para fazer questionamentos, explanações e tirar dúvidas a respeito do destino do orçamento municipal.

Mediante o registro de todas as reivindicações apresentadas pelas entidades, a Comissão de Finanças e Orçamento providenciará a elaboração de emendas que possam atender as solicitações apresentadas pelos representadas das entidades presentes, atividade esta que deverá ser viabilizada em data anterior ao dia 5 de dezembro, prazo máximo para discussão, votação e encaminhamento destas peças orçamentarias a Prefeitura Municipal.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro