13 de abril de 2012 às 07h45min - Por Mário Flávio

A indústria de Pernambuco continua contrariando a tendência nacional e mantém sua trajetória de crescimento. Em fevereiro o setor produtivo do Estado ampliou a oferta de empregos em 2,2% em relação ao mesmo mês do ano passado, segundo a Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O desempenho foi o segundo maior do País, ficando atrás apenas do Paraná, que apresentou crescimento de 4,2%, enquanto a Região Nordeste apresentou retração de 1,4% e o Brasil, de 0,7%.

 

Outro destaque positivo do Estado foi o aumento da folha de pagamentos da indústria, que teve o maior crescimento do Brasil. Na comparação com fevereiro de 2011, o valor dos salários pagos em Pernambuco cresceu 14,4%, superior à média registrada para a Região Nordeste (10,1%) e mais de duas vezes e meia a média nacional (5,4%).

“Esse desempenho é resultado do fortalecimento do setor industrial em Pernambuco, que apesar da conjuntura nacional e internacional desfavorável, vem crescendo, contratando mais e pagando salários melhores”, ressalta o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Geraldo Júlio.

Nos dois primeiros meses do ano, Pernambuco registra um crescimento de 3,1% na quantidade de empregos gerada pela indústria, enquanto o Nordeste apresenta retração de 0,9% e o Brasil, queda de 0,6%. Em relação à folha de pagamentos do setor, o Estado tem um incremento acumulado no ano de 12,3%, ante a média nacional de 4,8% e de 8,3% na Região Nordeste.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro