19 de dezembro de 2011 às 10h30min - Por Mário Flávio

A votação da proposta orçamentária para 2012 é o principal destaque da última semana dos trabalhos legislativos no Congresso em 2011. O relator do projeto, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), ainda busca entendimento com o Planalto e parlamentares, da base e da oposição, para que o orçamento seja aprovado até a próxima quinta-feira, data que antecede o início do recesso parlamentar. Parte dos congressistas pressiona o relator a incluir na previsão orçamentária o reajuste para servidores do Judiciário, proposta descartada pela presidenta Dilma Rousseff. A resistência do Executivo em relação ao pedido do Judiciário ameaça estremecer a relação entre os dois poderes, segundo parlamentares.

O aumento – de 56% para os servidores e de 14,79% para os magistrados – foi incluído em um dos relatórios setoriais. O reajuste para os servidores da Justiça e do Ministério Público da União teria um impacto de R$ 9,9 bilhões. Mas, segundo Dilma, não há condições de garantir esse reajuste por causa do avanço da crise econômica mundial. A votação da proposta, em sessão conjunta do Congresso, está prevista para as 18h de quinta-feira (22).

Fonte: Congresso em Foco


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro