31 de janeiro de 2021 às 23h04min - Por Mário Flávio
Brazilian Lower House President Rodrigo Maia smiles as he gestures during the beginning of the pension reform voting process at the National Congress in Brasilia on July 9, 2019. After several delays and amendments in the original bill sent to Congress by Brazil?s government, officialist deputies are working to get the approval necessary for sending the pension reform proposal to Senate before Congress? mid-year recess / AFP / EVARISTO SA

Da CNN

O Democratas decidiu que não irá mais apoiar formalmente a candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP). O partido ficará “neutro”, sem também indicar apoio ao outro candidato, deputado Arthur Lira (PP-AL).

O posicionamento foi aprovado por unanimidade pela executiva nacional do partido, em reunião na noite deste domingo (31). 

Havia uma pressão grande de alguns deputados para que a sigla migrasse de bloco e passasse a integrar o grupo de apoio a Lira.

O presidente do partido, ACM Neto, e o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia, fizeram um forte esforço para segurar o movimento. Diante do racha, a bancada optou por não mais compor qualquer bloco. 

“É uma decisão pela independência. Não blocar com nenhum dos candidatos e os deputados ficam então livres para votar de acordo com sua convicção pessoal”, afirmou o deputado Efraim Filho (PB), líder do DEM na Câmara.

A decisão, porém, é um revés para Maia e para a candidatura de Baleia a poucas horas da eleição. 


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro