16 de fevereiro de 2013 às 11h55min - Por Mário Flávio

20130216-113135.jpg

O caruaruense Rivaldo Soares segue na luta por uma legenda para seguir vivo na política. Ele viajou hoje para São Paulo, onde participa, nesse momento, do lançamento oficial da Rede Eco Brasil, novo partido que está sendo encabeçado pela ex-senadora Marina Silva. De acordo com Rivaldo, ele faz parte desse novo projeto faz algum tempo e garante que as discussões estão avançadas e próximas a um entendimento.

Segundo o suplente de deputado federal, a mudança seria a principal razão para ele ir fazer parte do novo partido. “Continuo no PMDB, assim como vários integrantes do movimento, que pertencem a outros partidos, mas que querem uma revolução ética na política brasileira. Vou migrar para esse novo partido”, garante. Rivaldo foi candidato nas últimas eleições a prefeito de Caruaru (3 vezes), deputado federal e governador, mas não conseguiu êxito em nenhuma das tentativas.

Na eleição de 2012 ele tentou a candidatura própria a prefeito pelo PMDB, mas o partido apoiou o nome de Miriam Lacerda (DEM). Rivaldo ficou isolado e bateu de frente com todos no partido. Chegou a solicitar a intervenção da Executiva Nacional para tirar o comando da sigla do senador Jarbas Vasconcelos, a quem chamou de traidor. O resultado foi que um dos membros pediu a expulsão de Rivaldo do PMDB e o mesmo recorreu. O processo segue em tramitando na legenda.

O ex-deputado estadual, Roberto Leandro, foi outro pernambucano que participou do evento. Ele sempre seguiu as orientações de Marina Silva e deixou o PV com a saída da ex-ministra. Na eleição presidencial de 2010, Marina Silva obteve mais de 20 milhões de votos, sendo considerada a surpresa da eleição.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro