24 de dezembro de 2020 às 07h25min - Por Mário Flávio
Brasília faz testes em massa contra o coronavírus (Covid-19), no dia do aniversário de 60 anos. Moradores fazem o teste no estacionamento do Estádio Mané Garrincha. Sérgio Lima/Poder360 21.04.2020

O governo do Reino Unido disse nesta quarta (23) ter identificado uma segunda mutação do coronavírus com maior risco de contágio, e anunciou que mais partes do país entrarão em lockdown.

As novas medidas devem afetar 6 milhões de pessoas, segundo a BBC.

Matt Hancock, ministro da Saúde, afirmou que o país identificou uma segunda nova versão mais infecciosa do coronavírus em seu território, e que esta variedade veio da África do Sul.

“Esta nova variante é altamente preocupante, porque é ainda mais transmissível, e parece ter mutado ainda mais do que a nova variação encontrada no Reino Unido (no sábado)”, disse o ministro. Até agora, foram identificados dois casos da segunda nova cepa no país.

Por conta disso, o Reino Unido restringirá a entrada de viajantes vindos da África do Sul.

A partir de sábado (26), mais regiões do sul da Inglaterra serão colocadas na fase 4 de restrições, na qual já estão Londres e mais algumas partes do país. As medidas passarão a valer em Sussex, Norfolk, Oxfordshire e outras regiões. Com isso, ao todo, 43% dos ingleses estarão sob esse lockdown.

A fase 4 determina o fechamento de lojas não essenciais e de atividades de entretenimento em ambientes fechados. Reuniões internas com pessoas que moram em casas diferentes são proibidas.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro