28 de dezembro de 2012 às 16h33min - Por Mário Flávio

20121228-163315.jpg

A quatro dias de tomar posse, o prefeito eleito Geraldo Julio (PSB) fez hoje (28) um retrospecto do período pós-eleição e detalhou as primeiras ações do seu futuro governo em duas entrevistas de rádio. O socialista começou a maratona falando ao comunicador Jota Ferreira e ao jornalista Tércio Amaral, na Rádio Clube. Em seguida, ele participou de um debate na Rádio Jornal. Mediada por Geraldo Freire, a sabatina teve participação dos jornalistas do Diretor de redação do Jornal do Commercio, Ivanildo Sampaio, e do apresentador da TV Jornal Aldo Vilela.

Nas entrevistas, Geraldo explicou que logo depois de eleito, tratou de estabelecer metas no campo político e no campo da gestão. Para atingir as metas, o socialista reuniu sua equipe de transição para traçar os objetivos a serem perseguidos. Coube ao futuro secretário de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo, elaborar um quadro idêntico ao utilizado no modelo de monitoramento do Estado para o acompanhamento das tarefas.

No campo político, Geraldo colocou em primeiro plano estabelecer uma nova relação com a Câmara dos Vereadores. O primeiro passo foi ligar para os eleitos da base e da oposição e, em seguida, reunir todos em um almoço de confraternização. “Inaugurei um canal aberto, franco e sincero com os vereadores. A Prefeitura terá uma relação de respeito e de construção conjunta com o Poder Legislativo”, ressaltou o futuro prefeito, na Rádio Jornal.

Geraldo fechou o ano enviando à Câmara Municipal três dos seus principais secretários. Sileno Guedes (Governo e Participação Popular), Antônio Alexandre (Desenvolvimento e Planejamento Urbano) e Fred Oliveira (Relações Insitucionais) foram à Casa José Mariano para apresentar projetos importantes para a sua gestão antes das matérias seguirem para votação no plenário. Entre os textos, o que trata da reestruturação administrativa, que normalmente dura meses para ser construído. “A gente fez a reforma para adequar a estrutura de governo ao nosso conjunto de compromissos. Já vi governos que só fizeram a reforma no fim do primeiro ano. Nós tivemos a felicidade de fazer ainda antes de o governo começar”, destacou.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro