15 de setembro de 2017 às 06h56min - Por Mário Flávio

raul henry

Ameaçado de destituição da presidência regional do PMDB pelo senador Romero Jucá, o vice-governador Raul Henry está vencendo até agora a chamada “guerra da comunicação”. O vice encontrava-se fora do país quando o presidente nacional do partido prometeu entregá-lo ao senador Fernando Bezerra Coelho, que se desligou do PSB após desentender-se com o governador Paulo Câmara e o presidente Carlos Siqueira.

Não teve conversa. Assim que pousou no Recife, procedente da Ásia, domingo passado, reuniu a executiva estadual, e em seguida o diretório, e deles recebeu irrestrita solidariedade. E anteontem em Brasília, durante reunião da executiva nacional, ficou surpreso com as manifestações de apoio que lhe externaram. Como o PMDB de Pernambuco tem tradição de combatividade, ninguém concebe que se tire o partido das mãos de Jarbas para entregá-lo ao senador Fernando Bezerra, que é cristão novo na legenda, embora a ela já tenha pertencido.

A conclusão desta “guerra” que ainda não chegou ao seu final é que o presidente Romero Jucá envolveu-se numa grande trapalhada e que eventual dissolução do diretório estadual do PMDB, sem justa causa, poderá transformá-lo no vilão da história.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro