19 de março de 2013 às 08h25min - Por Mário Flávio

20130319-015754.jpg

No início do mês a ausência da deputada estadual, Raquel Lyra (PSB), da programação oficial do Dia Internacional da Mulher em Caruaru foi motivo de mal estar entre as lideranças da Frente Popular. Nesta segunda-feira o governo do Estado realizou mais um ato para lembrar a data e a socialista não estava presente. Ela foi convidada, mas assim como ocorreu em Caruaru, ficou de fora da programação oficial para ministrar palestra.

Mais uma vez a mulher de Caruaru foi representada pela secretária estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Laura Gomes (PSB). Ao lado do governador Eduardo Campos (PSB) e de outras personalidades da política local, Laura destacou o papel da mulher na sociedade pernambucana e a evolução nos últimos anos em relação à preservação dos direitos. “Durante anos lutamos para termos visibilidade. Hoje podemos dizer que quebramos alguns tabus, mas mesmo assim ainda temos muito o que lutar”, ressalta. Estiveram presentes também a secretária da Mulher, Cristina Buarque e a primeira dama Renata Campos.

Na ocasião, foram assinados dois termos de cooperação técnica, um para fortalecimento da rede de delegacias especializadas e um para parceria de curso de qualificação de 180 mulheres que trabalham no processamento de mandioca. O governador assinou ainda o edital para seleção simplificada da secretaria da Mulher. “Precisamos fortalecer um olhar que respeite as diferenças de gênero, que acolha, na máquina pública e na visão do Estado, o grande objetivo de reduzir e exterminar os preconceitos e afirmar que queremos ser uma nação sem as marcas das desigualdades que afrontam nossos corações”, assegurou o governador.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro