17 de setembro de 2013 às 13h14min - Por Mário Flávio

20130917-132139.jpg

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) e o Ministério Público Estadual (MPPE) terão mais condições de fiscalizar com rigor os trabalhos de transição de governo entre prefeitos pernambucanos. Aqueles que, ao passar a gestão ao sucessor, desrespeitarem as regras democráticas serão responsabilizados e sujeitos a penas mais rigorosas.

É o que prevê o projeto de lei complementar que será apresentado nesta terça-feira (17) à Assembleia Legislativa pela deputada Raquel Lyra (PSB). A ideia – previamente discutida com representantes do TCE e do MPPE – é evitar cenas como as registradas em janeiro deste ano em algumas prefeituras, que tiveram arquivos deletados, equipamentos e infraestrutura propositalmente danificados ou desaparecidos.

A parlamentar detalhará seu projeto em um pronunciamento na sessão da tarde desta terça-feira.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro