4 de janeiro de 2012 às 10h44min - Por Mário Flávio

A secretária estadual da Criança e da Juventude, Raquel Lyra (PSB), destacou as ações do primeiro ano da Secretaria da Criança e da Juventude (SCJ), criada em janeiro de 2011. Ela também comentou metas de trabalho para o ano de 2012.

O Programa Minha Certidão, por exemplo,  já chegou aos municípios de Caruaru e Garanhuns com a assinatura de termos de adesão de cartórios e maternidades. “Para o próximo ano vamos passar para 70 maternidades interligadas”, revelou. A secretária também falou do projeto da SCJ de estruturar e revitalizar as creches que já existem no Estado, com parceria dos municípios, além da capacitação dos profissionais que trabalham com educação infantil.

Raquel também comentou a sugestão que a secretaria deu ao governo de Pernambuco em adotar a redistribuição do ICMS destinado à Educação Infantil. “Agora, municípios que investirem na criação e manutenção de creches, vão dividir entre si 1% do ICMS”, disse. “Pernambuco precisa garantir atenção na sua primeira infância, que é de 0 a 6 anos de idade. Programas como o Minha Certidão; o Mãe Coruja Pernambucana, programa do governo do Estado que garante o pré-natal e os primeiros anos de vida; a criação e manutenção de creches são importantes para essa etapa da vida de uma criança”, completou.

Para os jovens do Estado, a secretária destacou o programa Casa das Juventudes, uma parceria entre o governo do Estado e as prefeituras. De outubro do ano passado e dezembro desse ano foram inauguradas 47 Casas. Raquel também revelou que o desafio é consolidar a Secretaria da Criança e da Juventude como uma referência das ações voltadas para esse público e destacou a participação da SCJ nas Conferências de Políticas Públicas de Juventude.

“As conferências foram processos de muita riqueza. Ouvimos cerca de 12 mil jovens nas etapas municipais, regionais e estadual. Em diante fomos a etapa Nacional dizer que a juventude de Pernambuco pensa grande, e isso serve também de reflexão para alcançarmos nossas metas. A gente sabe que as juventudes precisam é de participação democrática, olhando para cultura, esporte, lazer e educação. Iremos aliar esses pontos com as outras secretarias do Estado”, finalizou a secretária.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro