5 de fevereiro de 2016 às 12h05min - Por Mário Flávio

raquel

A deputada estadual Raquel Lyra (PSB) participou de entrevista na Rádio Jornal Caruaru e comentou sobre o cenário eleitoral que se desenha para a eleição desse ano. Sobre a possível candidatura a prefeita de Caruaru ela disse que vai ser uma decisão do PSB e não dela.

“Disputar a prefeitura não é uma decisão só minha, é coletiva, mas não é uma decisão familiar. Não foi algo determinado pelo meu pai, por exemplo. Isso não cabe mais nos dias de hoje. Qualquer decisão do PSB sobre a candidatura vai ser decidida pelo grupo e vou promover esse debate como presidente do partido. Vamos promover debates nos próximos três meses com diversos setores da sociedade, para daí sair a candidatura do PSB”, disse.

A socialista ainda comentou sobre as posturas do deputado estadual Tony Gel e do prefeito José Queiroz, que têm posições distintas sobre o pleito. “O debate não pode ser imediatista e temos que promover um debate para uma Caruaru do século XXI. Queiroz se posiciona de uma forma, Tony de outra, pode ter um diálogo, mas isso só o tempo vai dizer. Ele (Queiroz) vai conversar com o governador e ainda não o fez. Mas eu não posso dizer o que ele vai fazer e agir, só respondo por mim”, pontuou.

Raquel ainda disse que vive a política 24 horas e isso a credencia ao debate. “Entrar na vida pública foi uma decisão minha, já que sempre estive no meio. Na minha casa sempre todas as sextas tinha uma roda para debater a política e é assim até hoje, seja em época eleitoral ou não. Cresci ouvindo histórias de política e para mim é algo natural. Mas sempre ouvir dos meus pais que temos que construir a nossa história e estou fazendo a minha. “, disse.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro