23 de dezembro de 2015 às 06h47min - Por Mário Flávio

Raffiê

Há dez meses à frente do Núcleo Regional da Jucepe Caruaru, Raffiê Dellon, fez um balanço das ações realizadas na Autarquia e diz que 2015 foi o melhor ano da Junta Comercial de Pernambuco em Caruaru: “Quando assumimos encontramos três problemas: os administrativos, os técnicos e os físicos. Conseguimos em pouco tempo realizar um verdadeiro choque de gestão, que tem contribuído de modo direto para a evolução econômica de Caruaru”. Comentou Raffiê.

Entre as ações realizadas se destaca o fato do Núcleo Regional ter atendido a todas as reivindicações feitas pela Accape (Associação dos Contabilistas de Caruaru e do Agreste de Pernambuco) e da Sub-delegacia do CRC (Conselho Regional de Contabilidade), como a implantação de Senhas de Atendimento, os Deferimentos das Empresas serem feitos em Caruaru e não mais na Capital pernambucana, e um relacionamento mais próximo da Junta com a Classe Contábil.

Raffiê ainda destaca a realização de toda a sinalização vertical do Núcleo, algo que não existia. A criação do projeto: “Desbravando a Jucepe”, numa parceria com as entidades de ensino superior da cidade, o projeto “Formaliza Feira”, em conjunto com o Sebrae e o Expresso Empreendedor, o I Seminário de Orientação Sobre Registro Empresarial, a análise de Cooperativas em Caruaru, a criação das Redes Sociais da Jucepe Caruaru, a sugestão ao Poder Legislativo da criação da “Comissão Permanente do Comércio e da Micro e Pequena Empresa”, a criação do ranking mensal dos números de aberturas de empresas na cidade, a articulação em torno da resolução dos problemas da inexistência de CEPs em localidades que são solicitadas a abertura de empresas, entre outras ações. A Jucepe Caruaru já tem seu planejamento de atuação completo para o ano de 2016.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro