2 de agosto de 2017 às 07h42min - Por Mário Flávio

Danilo-Cabral-reprodução-Facebook

O deputado Danilo Cabral (PSB-PE) declarou em Brasília nesta terça-feira (1º) que quem votar a favor do presidente Michel Temer, nesta quarta, na sessão da Câmara Federal que irá decidir se autoriza ou não o STF a investigá-lo por crime de corrupção passiva, “estará votando contra o desejo do povo”.

Segundo ele, “daqui a um ano será a vez de povo votar (para presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual) e certamente ele não reelegerá quem traiu a sua confiança”.

Lembra o deputado Pernambuco que pesquisa do Ibope divulgada no final de semana aponta que 81% dos brasileiros são favoráveis à abertura de processo para investigar o presidente da República.

Nesta quarta-feira (2), estará em votação na Câmara Federal, se houver o quórum mínimo de 342 parlamentares, o parecer aprovado na CCJ que recomenda o arquivamento da denúncia contra Michel Temer. O parecer é de autoria do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG).

Para derrubá-lo, são necessários os votos de 342 dos 513 parlamentares, algo que a oposição não tem. A votação, se ocorrer, será nominal, com chamada dos deputados ao microfone, por ordem alfabética, por estado, no mesmo formato da votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro