22 de junho de 2012 às 00h19min - Por Mário Flávio

Zé Queiroz vai ter que fazer uma grande articulação

Quando se pensava que o entendimento na Frente Popular estava próximo, eis que um novo fato veio para tirar o sono do núcleo duro da Frente Popular em Caruaru. O prefeito Zé Queiroz (PDT), o deputado federal Wolney Queiroz (PDT) e o suplente de senador Douglas Cintra (PTB), terão que acalmar os ânimos nesta sexta.

Está marcada para as 17h uma reunião com os presidentes de partidos – a mesma que ia acontecer na última quarta e foi adiada – para definir os rumos das coligações proporcionais. Após a sessão ordinária realizada nesta quinta (21), os vereadores soltaram o verbo e disseram que não aceitam em hipótese alguma a ideia de módulos.

Dr. Demóstenes ameaça não disputar a reeleição

O PSD, partido com a maior bancada na Câmara e que conta com o líder do governo na Casa Jornalista José Carlos Florêncio, já decidiu e vai levar a proposta do chapão unificado. Após a sessão, os pessedistas se reuniram e deixaram para o presidente da legenda, vereador Adolfo José, a missão de levar a ideia do partido. “Defendemos a tese do chapão unificado. Temos certeza que vai dar certo, foi assim com o governador Eduardo Campos e ele conseguiu eleger a maioria na assembleia e Câmara federal. Essa ideia de módulo não existe e o nosso presidente vai explicar as nossas razões ao prefeito”, disse o vereador Bruno Lambreta.

Bruno Lambreta diz que PSD vai levar a proposta do chapão unificado

Outro que chiou bastante foi o Dr. Demóstenes. Conhecido por falar o que pensa, o médico soltou o verbo e disse que se os módulos forem mantidos, não disputa a reeleição. “Esse processo começou errado. Essa ideia de módulos não existe. Mais uma vez não fomos ouvidos nesse pleito e vamos para uma reunião para ser ouvidos faltando uma semana. Vamos tentar ajeitar esse erro nessa reunião, mas caso essa tese de módulos seja mantida, vou pensar e muito se serei candidato a reeleição. Com o chapão unificado, muitos candidatos desistirão, com isso, perdemos em quantidade, mas ganhamos em qualidade”, pondera.

Lícius também defende a unidade

O PCdoB também não aceita a tese de módulos e vai junto ao PSD e outros partidos na reunião que teve ser pra lá de tensa. O presidente do partido em Caruaru, vereador Lícius Cavalcanti, garantiu que vai lutar pela unidade. “Os secretários e diretores que passaram três anos e meio se beneficiando da prefeitura devem fazer um gesto e nesse momento ajudar a reeleição do prefeito Zé Queiroz. Essa ideia de módulos, sinceramente só beneficia aos interesses de poucos, o que está em jogo é o projeto de reeleição do prefeito, por isso, o debate deve ser pela unidade”, pontuou.

O vereador Zé Ailton (PDT) não quis opinar e disse que cabe ao prefeito Zé Queiroz conduzir o delicado processo. “O prefeito é quem comanda a Frente Popular e é ele que vai decidir o que é melhor para todos”, disse. A reunião está marcada pera ter início às 17h desta sexta no escritório político do deputado federal Wolney Queiroz.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro