7 de dezembro de 2017 às 20h55min - Por Mário Flávio

Coletiva_Obras_paralisadas

Das obras que estão paralisadas em Caruaru, que envolvem a prefeitura, de acordo com o relatório do Tribunal de Contas do Estado, restam a pagar R$ 69,6 milhões e já foram pagos R$ 17,8 milhões. São quase 40 no total, de obras como a construção do Canal dos Mocós.

Segundo foi informado pela gestão ao TCE, no exercício de 2016 a obra do canal estava em andamento ocorrendo pagamento de três medições, atualmente a obra encontra-se paralisada por falta de repasse do órgão conveniente, segundo a prefeitura.

Ações para construir e reformar estradas seguem paradas e segundo o TCE, a gestão municipal informou que o problema também é devido a atraso na liberação do recurso por parte do concedente, que é o Governo Federal. Outra obra parada diz respeito ao Alto do Moura.

Ações de infraestrutura, compreendendo a revitalização das calçadas, praça do receptivo e receptivo turístico até a Casa da Mulher Artesã. Essa obra parada faz parte do projeto Revitalino. Até o dia 21 de novembro, o TCE não foi informado o motivo do atraso nas obras. O convênio é junto ao Ministério do Turismo.

Em andamento, segundo relatório do TCE, estão obras de estrutura em vários bairros da periferia, que consistem em serviço de terraplenagem, calçamento, drenagem e construções de praças.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro