14 de novembro de 2020 às 20h56min - Por Mário Flávio
Eleitora vota com a bandeira do Brasil, na Escola Classe da 313/314 sul, em Brasilia. Brasilia, 07-10-2018. Foto: Sérgio Lima/Poder 360

As pesquisas mais recentes indicam que PSDBMDBPSD e PT podem ficar com a maior porcentagem de prefeitos eleitos em 2020 nas principais cidades do país. Os partidos têm os maiores números de candidatos competitivos no G96, o grupo que reúne as 26 capitais e as 70 cidades com mais de 200 mil eleitores (e nas quais é possível haver 2º turno).

Os tucanos estão no topo do ranking. Têm ao todo 18 candidatos competitivos, que são aqueles que lideram as pesquisas de intenções de voto, seja isoladamente ou dentro da margem de erro dos estudos. Se os resultados se confirmarem, a sigla deve perder parte do poder que detinha em 2016, quando elegeu 29 prefeitos no grupo.

O MDB é o 2º da lista, tem agora 15 políticos nessa situação. PT e PSD vêm em seguida. Cada 1 pode ter em suas mãos 12 prefeituras.


Há uma semana, o Poder360 fez o mesmo levantamento. Pouca coisa mudou. Mas agora os grandes partidos concentraram ainda mais as intenções de voto.

O quadro evolutivo a seguir mostra o nº de prefeitos de cada sigla nas maiores cidades brasileiras e como pode ser o cenário a partir de 2021:

Para o infográfico acima foram consideradas pesquisas de opinião disponíveis até 13 de novembro com metodologias conhecidas e nas quais foi possível verificar a origem das informações. Todas os levantamentos estão registrados na Justiça Eleitoral.

Leia os resultados de todos os estudos compilados nos gráficos abaixo, em 1 quadro interativo:

Caso alguma pesquisa mais recente tenha sido divulgada ou tenha identificado algum erro, envie 1 email para: [email protected].

Eleições nas capitais

O quadro abaixo mostra os partidos que lideram nas capitais. Em algumas delas, há siglas emboladas dentro da margem de erro.

O PSDB está presente em 5 delas. O DEM, também.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro