24 de outubro de 2012 às 10h36min - Por Mário Flávio

 

As sequelas da eleição de 2012 começam a aparecer aos poucos. A oposição, que antes se uniu em torno do nome de Miriam Lacerda (DEM), começa a mostrar sinais de divisão. A prova disso é o rompimento do vereador Diogo Cantarelli com o ex-assessor Raffiê Dellon, ambos do PSDB. O vereador foi candidato a vice na chapa derrotada de Miriam Lacerda (DEM) e tinha em Raffiê, a principal liderança da juventude oposicionista.

Tido como imagem e semelhança de Diogo, Raffiê sempre foi muito respeitado por integrantes do núcleo duro do governo Zé Queiroz (PDT), tendo diálogo aberto com o deputado federal Wolney Queiroz (PDT) e com a petista Louise Caroline. Ambos evitaram polemizar o rompimento, e o próprio Raffiê garantiu que a situação é normal. “Chega um momento na política que é necessário buscar novos horizontes”, disse o tucano, que é vice-presidente nacional da juventude do PSDB.

Nos bastidores o comentário é que desde a reta final da campanha que os dois tucanos não cabiam mais no mesmo ninho. A expectativa agora é o rumo a ser seguido por Dellon, já que ele goza de ótimo relacionemos com membros da situação.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro