14 de abril de 2012 às 22h49min - Por Mário Flávio

A cúpula do PSD de Caruaru se reuniu durante a manhã deste sábado e traçou questões importantes para o futuro do partido. Durante toda a manhã, vereadores, empresários e filiados debateram o futuro da sigla em Caruaru. Ficou definida a criação da Agenda 55, que vai contemplar cinco pilares: Agenda com reuniões mensais; Programa de filiações buscando a participação de todos os setores da sociedade, primando por uma participação homogênea; Manifesto do PSD, com definição de um grande projeto para Caruaru; Criar núcleos de debates no partido; e Definir a postura do PSD sobre decisões políticas e nas eleições desse ano.  

O empresário Manoel Santos disse que a partir de agora, o debate no PSD será intenso com a sociedade civil. Para ele, essa será a principal bandeira do partido. “O que me motiva participar do PSD é essa busca de todos em envolver aos diversos setores da sociedade, essa é a nossa principal intenção. A meta é nos reunir mensalmente para que os filiados mantenham vivas as discussões e possam de alguma forma contribuir para a cidade, estaremos também promovendo a melhora para melhorar o conceito dos políticos”, disse Santos.

Com a criação da Agenda 55, o partido cria um bloco na Câmara e as decisões serão tomadas em conjunto pelos cinco vereadores da sigla, como explica o Dr. Demóstenes. “O partido nasceu grande, já que temos um terço da Câmara e queremos ser maiores ainda. Para que isso seja possível, temos que discutir com a sociedade. Na Câmara o partido vai se comportar com as decisões que os filiados e sociedade debaterem nos encontros mensais. Cada vereador vai seguir a orientação que for decidida nas reuniões”, disse.

O vereador Leonardo Chaves, que conta com 34 anos de mandatos ininterruptos na Câmara de Caruaru, citou a importância do manifesto do partido, que segundo ele, vai promover a interação de todos os setores com o partido. “O encontro foi muito proveitoso, contamos com a presença de jovens, empresários e políticos e traçamos um programa que passamos a chamar de Agenda 55. Esse programa vai permitir a criação de um manifesto, para que a partir da criação de oficinas possamos discutir com os vários segmentos sociais da cidade os problemas de Caruaru”, garantiu o decano na Câmara.

O vereador Bruno Lambreta destacou a importância de chamar outros setores para o debate com o partido. “Para o bem do partido e da cidade unirmos as forças e pensamentos. A partir de agora, todas as decisões do partido serão tomadas em conjunto e baseadas nessa Agenda. Esse foi o primeiro passo, mas que a gente possa a partir de agora cada vez mais ouvir a sociedade e contribuir para o crescimento de Caruaru”, destacou.

Articulador do encontro, o presidente do partido em Caruaru, vereador Adolfo José, destacou a importância do encontro para o futuro do partido em Caruaru. “Foi importante, ouvimos a convergência de pensamentos para o crescimento de um partido participativo, que vem trazer as aspirações da sociedade caruaruense. A nossa intenção é agregar aos debates internos todos os segmentos da sociedade”, disse Adolfo. Devido a incompatibilidade de agenda, o vereador Alecrim não participou do encontro.

 

Vereadores querem a participação da sociedade nas reuniões do partido

 


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro