15 de julho de 2012 às 10h49min - Por Mário Flávio

A aplicação das provas do Concurso Público da Prefeitura de Caruaru que seriam realizadas na manhã deste domingo (15), em Caruaru e Recife, foram suspensas. Segundo a organizadora do certame, o IPAD, inicialmente as provas seriam suspensas durante 1 hora, devido a problemas de falta de energia em alguns locais de prova na capital. Depois, a empresa comunicou que a aplicação das provas pela manhã seriam canceladas, por conta principalmente das chuvas em Recife, que teriam ocasionado os problemas de queda de energia. No entanto, na Faculdade do Vale do Ipojuca (FAVIP), um dos locais de prova em Caruaru, também houve problemas com a aplicação de provas.

Segundo o coordenador de aplicação das provas do IPAD, Antônio Fernando, o adiamento dos exames foi necessário. “Suspendemos a aplicação por uma questão de segurança no processo, houve problema no Recife, muita chuva, e isso gerou dificuldades nos locais de prova, como falta de energia. Para garantir a integridade do concurso e manter o processo ileso, foi necessário suspender a aplicação durante a manhã. Mas, as provas da tarde ocorrerão normalmente”, explicou.

No contexto

Prefeitura diz que problemas na realização do Concurso são de responsabilidade do IPAD

Celpe nega falta de energia nos locais da prova

Porém, quem foi fazer a prova diz que ouviu também outros motivos para o cancelamento dos exames. É o caso do estudante de Administração Heitor Alves, 22, que iria prestar a prova para Operador de Repografia, na Favip, disse que a explicação dos fiscais era de que não houve tempo para imprimir as provas. “Houve questões de desorganização, primeiro disseram que iam suspender em 1 hora, depois cancelaram dizendo que houve problema para aplicar as provas em uma das salas na Favip, depois disseram que não houve tempo de imprimir todas as provas. Isso gerou muita insatisfação”, desabafou.

Ainda segundo o coordenador das provas, Antonio Fernando, uma nova data será marcada para a aplicação dessas provas canceladas hoje, mas ainda não foi possível prever um dia específico para isso.

Heitor Alves reclamou de desorganização na aplicação de provas/ Crédito: acervo pessoal

 


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro