22 de maio de 2013 às 10h25min - Por Mário Flávio
Dr. Demóstenes disse que o Projeto é bom para os contribuintes

Dr. Demóstenes disse que o Projeto é bom para os contribuintes

Oposição e situação travam um duelo nas sessões da Câmara Municipal de Caruaru. Dessa vez o tema dos confrontos é o Projeto que dispõe sobre a possibilidade da utilização de boletos de arrecadação bancária, em nome dos contribuintes, nos procedimentos adotados para cobrança de débitos fiscais.

Segundo o vice-líder da oposição, Evandro Silva, o contribuinte vai ser prejudicado. “Esse projeto como está aqui é muito bonito e organizado, mas não tem a mínima necessidade de ser criado. O governo municipal já tem o programa de recuperação de créditos, dizer que esse projeto vai facilitar a vida do contribuinte é mentira, isso vai gerar um boleto que vai para os bancos e gerar possíveis protestos e com isso, o nome vai ser negativo. Não sou contra a cobrar dos contribuintes, mas o mesmo pode negociar diretamente com a prefeitura e evitar que o nome fique sujo”, disse.

Já o líder do governo na Câmara se opôs a Evandro. “O secretário, o prefeito e ninguém quer prejudicar o contribuinte. Mas vocês acham correto que as pessoas que não paguem fique com o nome limpo? O que queremos é melhorar a situação financeira do município. Não podemos dar os mesmos direitos aos adimplentes que pagam as contas em dia, aos que são inadimplentes. A prefeitura não quer penalizar o inadimplente, mas alertar a ele a necessidade de fazer o pagamento e gostaria de lembrar que o pastor Jadiel apresentou uma emenda aditiva, que vai ser analisada por esta Casa”, disse.

A foto abaixo é de Diogenes Barbosa.

20130522-093852.jpg

Evandro Silva diz que a medida é desnecessária


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro