2 de setembro de 2013 às 13h55min - Por Mário Flávio
Aparecida Souza apresentou as médicas durante entrevista coletiva - Foto: Rafael Lima/SECOM PMC

Aparecida Souza apresentou as médicas durante entrevista coletiva – Foto: Rafael Lima/SECOM PMC

As duas profissionais do programa Mais Médicos apresentadas nesta terça (02) em Caruaru também possuem formações especializadas, além de atuarem como clínicas gerais. A doutora Cláudia Veloso é especializada em geriatria, enquanto a médica indiana, naturalizada brasileira, Vijayalakshimi Srinvasan tem especialização em ginecologia. Elas integram o grupo de três médicas que vão atuar em unidades de Saúde da Família da Vila Canaã, Cachoeira Seca, bairro João Mota e Centro de Saúde da Boa Vista I.

No contexto

Três profissionais do Mais Médicos começam a atuar em Caruaru a partir do dia 16

Vijayalakshimi, por exemplo, deve servir de referência para demandas em ginecologia. “Como a doutora é especialista nessa área, ela atuará em ginecologia, servindo de referência para as unidades que precisam fazer encaminhamento de mulheres com problemas ginecológicos, além de atuar como clínica geral. Ela vai atender nas áreas do João Mota, Caiucá e José Carlos de Oliveira”, explicou a secretária de Saúde, Aparecida Souza.

A secretária também destacou a especialização da médica Claudia Veloso. “Ela provavelmente estará na unidade do João Mota, que coincidentemente tem uma população idosa significativa. Provavelmente será muito importante que essa faixa de pacientes seja atendida por uma médica que é generalista, mas que tem especialização geriátrica”, ressaltou Aparecida.

Sobre a importância do programa, Vijayalakshimi defendeu que o programa do governo federal acerta em investir na Saúde Básica no interior de Pernambuco. “No interior nenhum médico quer ir, grandes centros estão saturados de profissionais, quero . A maioria dos problemas do paciente dá pra resolver no nível básico, poucos devem ser encaminhados para grandes centros. Exame clínico é mais utilizado para resolver problemas emergentes, só depois vem exames mais complexos”, explicou a médica, que mora no Brasil desde 1975, mas já havia atuado como médica na Índia, em 1970, onde trabalhou durante cinco anos.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro