14 de março de 2012 às 17h29min - Por Mário Flávio

Na tarde desta quarta-feira (14), o SISMUC realizou nova reunião sobre direitos trabalhistas, dessa vez com professores da rede municipal de ensino de Caruaru. Segundo o presidente do sindicato, Eduardo Mendonça, a reunião durou cerca de 2 horas e abordou principalmente os reajustes salariais ligados ao piso nacional dos professores. Segundo o sindicato, a reunião, que foi realizada na sede do SINDECC, ficou lotada por educadores. E eles querem o pagamento imediato do reajuste.

“Ao final da reunião, foi definido um relatório de reivindicações que será entregue amanhã à secretaria de Administração, de Educação e à prefeitura municipal. Os professores exigem o pagamento imediato do reajuste de 22% do piso nacional em abril, pagamento retroativo desse serviço durante o período de janeiro a março e em parcela única, além de reivindicarem o pagamento do terço de férias, previsto na lei nacional do piso”, explicou Eduardo.

Os diálogos dos professores caruaruenses começaram em um momento em que educadores da rede estadual e municipal de vários estados estão aderindo ao movimento de greve nacional da categoria. Em Pernambuco, 85% dos professores da rede estadual aderiram à greve. Eles reivindicam um aumento de R$ 1.187 para R$ 1.937.26, com o ganho real de 22,2%. Em relação a movimentos de professores da rede municipal em Caruaru, a Secretaria de Educação informou que que os professores recebem R$ 1.187, referentes ao reajuste fixado em 2011. A secretaria também comunicou que está planejando o prazo para pagar o retroativo referente a janeiro.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro