10 de maio de 2012 às 07h53min - Por Mário Flávio

Produtores pernambucanos de cana de açúcar promovem campanha ambiental para coletar embalagens de agrotóxicos para evitar poluição da natureza e prejuízo à saúde humana e dos animais. A ação é uma iniciativa da Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP), por meio de sua cooperativa (COAF). A coleta voluntária é direcionada a todos os canavieiros dos municípios da Zona da Mata Sul. O material deve ser entregue nesta quinta-feira (10), a partir das 8h, no pátio da Usina Pumaty, parceira da campanha que também demonstra preocupação com este passivo ambiental.

Além da Usina Pumaty, o evento contará também com a parceria da Associação dos Revendedores de Produtos Agropecuários do Nordeste (Arpan) e da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro). Segundo o vice-presidente da AFCP, Paulo Giovanni, as embalagens de agrotóxicos não podem ser reutilizadas para outros fins porque apresentam danos à saúde e à natureza. Dessa forma, a estratégia é retirar do contato das pessoas, rios e dos animais esses recipientes utilizados inicialmente pelos agricultores no cultivo da cana. “Vamos retirar este passivo ambiental e dar a ele uma destinação útil”, conta.

O material coletado será reciclado e transformado em novos produtos. A Arpan vai transportar os recipientes para a sua unidade no município de Carpina. De lá, o material será encaminhado para uma fábrica no estado de São Paulo, onde será transformado em produtos de usos diversos, passando a ter utilidade social novamente. “Esta é a segunda vez em que promovermos esta ação de responsabilidade ambiental”, informa. O primeiro ano foi realizado com os produtores da Zona da Mata Norte.

A ação contará com o apoio da Adagro. O órgão vai acompanhar a entrega dos recipientes. A AFCP e Arpan emitirão comprovante para o agricultor que entregar o material. Com o documento em mãos, o produtor poderá apresentar futuramente o certificado aos órgãos de fiscalização em relação ao descarte das embalagens dos agrotóxicos. O vice-presidente aproveita para orientar os produtores para sempre fazer a tríplice lavagem dos recipientes. “Para evitar que a embalagem seja reutilizada para outros fins é recomendável fazer o total esvaziamento, lavagem e perfuração da mesma”, finaliza.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro