24 de novembro de 2017 às 20h07min - Por Mário Flávio

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu que a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, seja condenada por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na Lava Jato.

A procuradora também quer que a senadora pelo Paraná devolva R$ 4 milhões aos cofres públicos e perca o mandato. Em manifestação ao Supremo, Dodge argumentou ainda que a pena de Gleisi deve ser maior do que a média, por ela ser política. A procuradora-geral também defendeu a condenação de Paulo Bernardo, ex-ministro e marido de Gleisi.

As penas sugeridas para os dois podem chegar a 12 anos de prisão.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro