20 de janeiro de 2018 às 07h40min - Por Mário Flávio

O presidente do movimento “Livres”, que saiu do PSL após a entrada do deputado federal Jair Bolsonaro, vai anunciar na próxima segunda-feira (22) o seu novo rumo e de que forma pretende participar das eleições deste ano.

O presidente do Livres, Paulo Gontijo, será o porta-voz do anúncio e estará acompanhado de lideranças políticas de vários estados.

O anúncio será feito na Rua Olimpíadas, nº 255, Vila Olímpia, São Paulo, na sede da Sociedade Brasileira de Coaching, ao meio dia.

O Livres é um movimento liberal renovador que existe há pouco mais de 2 anos e estava abrigado no PSL que tem como presidente nacional o deputado federal pernambucano Luciano Bivar.

O seu propósito era “renovar” o PSL, em vez de criar um novo partido, em um cenário já tão fragmentado. “O PSL tinha se comprometido com a mudança, mas ignorou a proposta de renovação ao acertar a entrada de Jair Bolsonaro no partido”, afirma Gontijo.

O “Livres” entende que Bolsonaro “representa o autoritarismo e a intolerância tanto na economia quanto nos costumes, sendo a antítese das ideias que o movimento defende”.

“Ao contrário de outros movimentos, o ‘Livres’ é liberal por inteiro tanto na economia como nos costumes. Os movimentos liberais encontram cada vez mais eco na sociedade, talvez pela falência do modelo de intervencionismo estatal. Cientistas políticos têm declarado de forma consensual que a discussão sobre o papel do estado na economia estará mais presente nas eleições de 2018”, diz o comunicado do movimento.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro