7 de junho de 2013 às 10h55min - Por Mário Flávio

O vereador Leonardo Chaves (PSD) rebateu as críticas da oposição e disse que não passou por cima do Regimento Interno. Ele voltou a falar em poupar a imagem da Casa e garantiu que o presidente tem autonomia em não realizar a reunião. “Eu não quebrei o Regimento, tenho direito a conceder ou não o pedido de urgência”, disse.

Indagado o motivo de ele não ter vetado o pedido de urgência quando o vereador Ricardo Liberato solicitou, o mesmo foi enfático. “Houve a primeira reunião na sessão ordinária e não numa extraordinária, mas acho que nem isso eles sabem. Eu jamais esperava que um vereador votasse contra num projeto que pedisse a licitação para o transporte coletivo, ou seja, corrigir uma ilegalidade do passado. A oposição tomou uma posição louca”, garante.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro