10 de dezembro de 2012 às 11h38min - Por Mário Flávio

20121210-113921.jpg

Por meio de nota, a prefeitura de Caruaru disse que vai discutir num prazo de 90 dias com uma Comissão para ter um ponto fixo para os loteiros. A nota diz ainda que os alvarás são necessários para os usuários do transportes alternativo. Segue a íntegra da nota:

Com relação ao protesto dos loteiros, a DESTRA informa, que se reuniu essa manhã no Ministério Público com os representantes da categoria e ficou decidido que será realizada uma comissão onde os loteiros em conjunto com os representantes de fiscalização e engenharia da Destra, irão verificar a possibilidade de um novo local apropriado para o ponto de transporte alternativo. Durante 90 dias serão feitas experiência de adaptação, já que o ponto onde eles trabalham se trata de uma via residencial onde também funcionam os prédios do Hemope e do Hospital São Sebastião, além de já existirem no local, pontos de ônibus coletivos e de taxis. A DESTRA também informa que a rodovia já está liberada e sem obstrução por parte dos loteiros.

ALVARÁS – Com relação ao alvará pago por alguns loteiros, a DESTRA informa que a legislação que regulamenta o transporte público Municipal solicita uma taxa de pagamento que equivale à permissão do exercício das atividades, tal como é feito com os moto taxistas e condutores de Vans, e não a permissão do uso do local. Neste caso é solicitado outro alvará, o de prestação de serviços para aqueles loteiros já regulamentados com pontos fixos e CNPJ.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro