22 de janeiro de 2014 às 19h34min - Por Mário Flávio

A falta de comunicação dita pelo presidente da Câmara de Caruaru para que o secretário de projetos Especiais, Paulo Cassundé, fosse a reunião foi confirmada pela prefeitura de Caruaru. Enquanto os vereadores novatos levaram um “bolo” na Câmara e esperaram em vão por ele na Casa Legislativa, o mesmo participava de uma reunião na prefeitura com o prefeito Zé Queiroz, o Superintendente Regional de Governo do Banco do Brasil, Fernando Favoreto e o Gerente de Relacionando da Agência Caruaru, Newton Luiz Ribeiro.

Alheios ao debate a ser ocorrido na Câmara, todos discutiram aspectos formais do financiamento de R$ 250 milhões destinado à implantação do BRT em Caruaru. Os corredores rápidos de trânsito para ônibus trarão melhorias à mobilidade urbana, encurtando distâncias e tempos de trajeto para as pessoas obrigadas a se deslocar diariamente para o lazer, estudo ou trabalho na zona urbana.

Também participaram do encontro os secretários Kleber Macedo, de Planejamento, Antonio Ademildo, de Administração e Carlos Veras, da Fazenda. “Em discussão com os assessores da Superintendência do Banco do Brasil e da Agência de Caruaru foram encaminhados ajustes técnicos ao Projeto do BRT, que tramita na Câmara de Vereadores”, diz o texto enviado pela assessoria da prefeitura. Enquanto isso na Câmara, o presidente Leonardo Chaves (PSD), segue afirmando que todos têm conhecimento amplo sobre o projeto, quando o próprio Executivo afirma que ainda faz ajustes ao projeto. Vai entender…


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro