19 de junho de 2013 às 16h25min - Por Mário Flávio
Neto faz oposição na teoria. Na prática, age como vereador da base governista

Vereador Neto havia conseguido espaço para o evento e atrações

Se a ideia era realizar um evento evangélico no Pátio do Forró para unir a comunidade, a situação expôs que o debate ainda está longe de um discurso unânime. O vereador Neto (MD) usou a Tribuna para comemorar os shows dessa noite, fruto de uma articulação dele junto a prefeitura de Caruaru. Neto conseguiu junto ao governo o espaço e articulou as atracões. A discórdia começou na própria Câmara, quando o vereador Sivaldo Oliveira (PP), disse que o evento era meia boca e não era digno da comunidade de Caruaru. Ele cobrou uma grande atração bancada pelo poder público, como acontece com Jorge e Matheus ou Garota Safada.

As críticas de Sivaldo não soaram bem na Fundação de Cultura, que emitiu nota e rebateu as informações do vereador. “A Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru informa que os eventos religiosos realizados durante o São João no Pátio de Eventos Luiz “Lua” Gonzaga são custeados pelos próprios organizadores cabendo a Fundação Cultura disponibilização da estrutura para realização dos shows. Foi assim na noite promovida pela Igreja Católica, bem como no Chama Viva realizada pela Igreja Evangélica”, diz a nota.

Mas a confusão não parou por aí. O suplente de vereador Jaelcio Tenório usou o facebook para criticar os shows de hoje. E diferentemente do que disse a prefeitura, garantiu que o evento não é o Chama Viva! “Gostaria de esclarecer que o evento gospel realizado hoje no Pátio de Eventos não é o mesmo que aconteceu em 2011 e 2012, cuja organização cabia a mim. O evento realizado hoje é proposto por uma organização de pastores e suas igrejas. O 3º CHAMA VIVA era aguardado por muitos, mas sua realização não pode acontecer este ano, mesmo com a aprovação da Prefeitura de Caruaru, por motivos financeiros. Espero ter esclarecido algumas dúvidas”, postou. Jaelcio também é apresentador oficial do São João no Parque de Eventos.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro