Prefeitura do Recife é selecionada para integrar programa de uso de dados nos EUA

Lucas Medeiros - 16.05.2023 às 16:25h
(Imagem: Divulgação)

O Recife é uma das 100 cidades das Américas escolhidas pela Bloomberg, uma das maiores instituições filantrópicas do mundo, para participar do programa City Data Alliance, que vai ajudar no desenvolvimento de um novo modelo de excelência para o uso de dados na gestão municipal, com o objetivo de impactar nos serviços públicos e melhorar a vida da população. O prefeito João Campos (PSB) participa, nesta terça e quarta-feira (16 e 17), de reunião que marca o início da consultoria. O encontro será realizado na cidade de Baltimore, em Maryland, nos Estados Unidos, e vai contar com a presença de Michael Bloomberg, ex-prefeito de Nova Iorque e fundador da Bloomberg; e de gestores das outras cidades selecionadas pela iniciativa, como Boston (EUA), Buffalo (EUA), Cusco (Peru), Maipú (Chile), Mendonza (Argentina), San Diego (EUA), Seattle (EUA) e Siracusa (EUA), além de Maceió, Niterói e Salvador.

Esta é mais uma importante parceria do Recife com a Bloomberg. A transformação digital é determinante para que possamos encontrar soluções para novos e antigos desafios. Os governos precisam apresentar serviços de qualidade e políticas públicas eficientes, que verdadeiramente impactem na vida das pessoas. Para isso, a transformação digital e o uso de dados é cada vez mais fundamental. No Recife, a partir do processo de vacinação da Covid-19, transformamos a nossa relação com o cidadão e estamos digitalizando todos os serviços públicos, de forma territorializada egeorreferenciada, para que as decisões sejam tomadas com base em evidências e no cruzamento de dados, para que a gente não deixe nenhum território, nem nenhuma população, descoberta. Esta parceria vai nos ajudar a aprimorar e potencializar este precesso”, destaca o prefeito João Campos.

A seleção das cidades que integram o programa da Bloomberg levou em conta aquelas que usam os dados de maneira mais sofisticada. A reunião na cidade de Baltimore, além de marcar o ingresso do Recife no programa da Bloomberg, também vai iniciar a formulação da estratégia para implementar um novo padrão de uso de dados na cidade, que vai potencializar os resultados e melhorar a qualidade dos serviços públicos.

A capital pernambucana contará com o apoio de um Acelerador do City Data para promover este uso de dados na gestão. A partir desta ferramenta, além de assistência técnica especializada e individualizada, as equipes da Prefeitura terão acesso a um programa de treinamento desenvolvido pela Government Excellence da Universidade Johns Hopkins. O objetivo é criar um padrão de dados desagregados no território que consiga atender à transversalidade das diferentes políticas públicas, com foco na avaliação de desempenho para potencializar o impacto dos serviços prestados à população.

PARCERIA – A Prefeitura do Recife já conta, desde 2020, com parceria com a Bloomberg na área de mobilidade e prevenção a sinistros e mortes no trânsito, por meio da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU). Com o apoio da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global, a cidade passou a contar com uma equipe de técnicos especializados, além de uma rede internacional de organizações, que dão suporte às ações do poder público municipal em melhorias no gerenciamento de dados, infraestrutura, fiscalização, educação e comunicação.

BLOOMBERG – Fundada em 2006 pelo bilionário e ex-prefeito de Nova Iorque, Michael Bloomberg, a Bloomberg Philanthropies é uma das maiores instituições filantrópicas do mundo, que tem como missão a melhoria da qualidade de vida das pessoas ao redor do mundo, atuando nas áreas estratégicas de Artes, Educação, Meio Ambiente, Saúde Pública e Inovação Governamental. O destaque é a sua abordagem baseada em dados e resultados, usando métricas rigorosas e avaliações de alto nível para medir o impacto de seus investimentos, especializados em soluções que envolvam parcerias e tenham escalabilidade.

PROMORAR – Em missão oficial nos Estados Unidos, desde o final da semana passada, o prefeito João Campos assinou, nessa segunda-feira (15), em Washington, a operação de crédito no valor de R$ 2 bilhões com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) – o maior contrato da instituição financeira com um município em sua história. Os recursos serão utilizados no programa ProMorar, que vai desenvolver ações para redução do risco de inundações e deslizamentos de terra em áreas vulneráveis do Recife, além de ações de urbanização integrada em comunidades de interesse social e obras de macrodrenagem nas bacias dos rios Tejipió, Jiquiá e Moxotó.

João Campos também aproveitou a viagem para iniciar tratativas de cooperação com a Agência Federal de Gestão de Emergências dos Estados Unidos (FEMA) e a Administração Nacional Oceânica Atmosférica dos EUA (NOAA) – dois dos mais importantes organismos federais norte-americanos que atuam no combate e prevenção, além de resposta a desastres naturais.