4 de abril de 2013 às 21h55min - Por Mário Flávio

Segundo a prefeitura de Riacho das Almas, o município se destaca como um dos maiores produtores de confecções do Estado. Perdendo apenas para os municípios de Caruaru, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe, a cidade, que tem pouco mais de 19 mil habitantes emprega mais da metade da população direta ou indiretamente no segmento de confecções.

De acordo com informações da Associação Comercial do município, estima-se que 80% da população ganhe a vida trabalhando no ramo. E um dado interessante é que a produção feita na cidade – a maioria confecções em jeans – sai da cidade pronta para ser comercializada. Como o tecido precisa passar por um tratamento de lavagem, os empresários foram atentos a esta necessidade e grande parte deles montou, junto com a fábrica de confecções, também uma lavanderia própria. É o caso de Nelson Abdias, que foi um dos pioneiros no segmento em Riacho das Almas. Ele montou a primeira fábrica dele ainda na zona rural do município, no ano de 1990. “O meu CNPJ foi o primeiro de Riacho das Almas, criado em 1996. Hoje tenho 12 funcionários no fabrico e na lavanderia e produzo quatro mil peças por mês”, comemora orgulhoso. Nelson vende as peças para o interior de São Paulo, em municípios como Bauru, Birigui e Presidente Venceslau.

O município conta com aproximadamente 35 lavanderias. Não há estimativa de quantas fábricas de confecções existam na cidade, mas a prefeitura informa que iniciou um levantamento para saber exatamente quantas fábricas e facções funcionam em Riacho. Atualmente os empresários estão enfrentando dificuldades para conseguir mão-de-obra qualificada para trabalhar no ramo. Nelson Abdias está enviando parte da produção da fábrica dele para ser costurada em municípios como Passira e também na zona rural: ”muita gente está se deslocando daqui para procurar mão-de-obra fora, porque aqui não tem. Sem contar que a mão-de-obra de fora não é especializada. Aqui, as pessoas são qualificadas porque trabalham com isso há muito tempo”, explicou.

Apoio

Para apoiar os empresários e fortalecer ainda mais o segmento movimentando a economia do município, a Prefeitura de Riacho das Almas está reativando o Centro de Vocação Tecnológica  (CVT), para a formação de novos profissionais para trabalharem com confecções na cidade. As aulas estão previstas para serem iniciadas no dia 06 de maio.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro