26 de dezembro de 2012 às 18h25min - Por Mário Flávio

A festa de ano novo em Caruaru, promovida pela prefeitura municipal, busca resgatar a Festa do Comércio e chega, em 2012, à sua 4ª edição. Este ano, a partir das 22h, começarão as apresentações da Orquestra do Maestro Bitonho, que vai animar os visitantes ao som de MPB, gospel e jovem guarda.

Mil mesas estarão disponíveis gratuitamente para a população se confraternizar em família. A perspectiva é que mais de duas mil pessoas participem da passagem de ano no Marco Zero. À meia noite, as luzes serão apagadas e um show pirotécnico de quinze minutos no Morro Bom Jesus vai iluminar e colorir a cidade na passagem para 2013. As reservas das mesas já foram todas preenchidas.

De acordo com o historiador caruaruense, José Daniel, a festa do comércio remonta desde quando Caruaru ainda era fazenda. Muitas dessas memórias podem ser conferidas no Museu Memorial de Caruaru por meio de antigas imagens. Um conjunto com mais de dez fotos remontam a tradicional festa de fim de ano na cidade. “Caruaru faz festa desde os tempos em que era uma simples fazenda. Acontecia no fim de ano, em frente à igreja, missas, novenas e quermesses. Nos anos de 1930 do século XX, dada a força econômica que a cidade já possuía, tornou muito mais tradicional. A iluminação da igreja e da praça abrilhantava o ambiente da festa. Passear de carrossel era desejo de idoso e criança, homem e mulher. A rompida de ano era o momento mais esperado”, explica o historiador caruaruense.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro