25 de fevereiro de 2013 às 22h35min - Por Mário Flávio

Antonio Ademildo

O Secretário de Administração e Gestão de Pessoas, Antonio Ademildo, argumentou em participação no programa Conteúdo, da Caruaru FM, que está aberto, sim, um espaço de diálogo com os professores da rede municipal de ensino, representados pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipal de Caruaru (Sismuc), através da Mesa de Negociação Permanente, embora parte da categoria, formada pela Associação dos Trabalhadores em Educação de Caruaru (ATEC), já tenham argumentado que a prefeitura não deu espaço para diálogo com os servidores.

No contexto

Atec rebate prefeitura e questiona participação social no governo

Professores de Caruaru evitam a greve e decidem por paradas alternativas duas vezes por semana

Por enquanto, Ademildo estuda como manter as aulas e não prejudicar os alunos da rede municipal. Uma das medidas estudadas seria remanejar por salas de aula os professores que têm função gratificada, como gestores e coordenadores. Além disso, ele disse também que o departamento jurídico da prefeitura está estudando maneiras para derrubara o movimento de paradas alternadas, medida aprovada pelos professores em assembleia na sexta-feira (22), em resistência à sanção da atualização do Plano de Cargos e Carreiras para os servidores da educação.

Mais cedo, em nota enviada pela assessoria de comunicação, a prefeitura reforçou que não quer prejudicar os alunos neste início de ano letivo. A prefeitura ressaltou ainda que havia argumentado aos professores que o Plano de Cargos e Carreiras (PCC) prevê o aumento de 7,97% referente à atualização do piso nacional e que fará o pagamento na folha de março retroativo a janeiro.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro