19 de novembro de 2015 às 16h37min - Por Mário Flávio

NOTA DE ESCLARECIMENTO 

Sobre o aterro sanitário de Caruaru, a Prefeitura informa que as denúncias julgadas esta semana no Tribunal de Contas são de 2013 e todas as recomendações foram atendidas ou estão em fase final de conclusão, tais como: 

Ampliação da área do aterro sanitário, com a construção da terceira célula, que é impermeabilizada com uma manta, o que evita a contaminação das camadas do solo por meio do chorume. O espaço terá capacidade para comportar o lixo produzido pela população nos próximos três anos. O investimento foi de R$ 550 mil.

Construção da central de triagem, que servirá para dar início ao trabalho de coleta seletiva no município. A construção do espaço custou R$ 125 mil.

Aquisição de máquinas que estão sendo usadas para o trabalho de compostagem, ou seja, a produção de adubo proveniente da trituração de material orgânico. 


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro