19 de fevereiro de 2020 às 10h54min - Por Mário Flávio

Foi publicado no Diário Oficial de hoje um decreto assinado pela prefeita Raquel Lyra (PSDB) que cria uma comissão formada por sete secretarias para debater a situação do transporte em Caruaru. A comissão foi criada para resolver o imbróglio após uma decisão judicial que pede que a lei seja cumprida no que diz respeito a regulamentação do transporte clandestino nas zonas urbana e rural.

A comissão terá um prazo de validade de 90 dias e durante esse período a Destra vai fiscalizar esse tipo de transporte. A presidente da Destra, Karla Vieira, informou que as vãs e lotações que tiraram o alvará em 2017 terão o direito de seguir rodando. Sobre a decisão judicial a prefeitura entrou com um embargo para durante esse período intensificar a fiscalização.

Serão as seguintes secretarias na Comissão: Desenvolvimento Rural, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Educação, Planejamento e Gestão, Procuradoria, Controladoria e Destra.

O decreto diz ainda que se for necessário vai convocar representantes das entidades da sociedade civil para debater sobre o assunto. No entanto, a 2ª Vara da Fazenda em Caruaru ainda não se posicionou sobre a prorrogação do prazo pedida pelo embargo. A secretaria Karla Vieira informou ainda que a primeira reunião da Comissão será após o carnaval.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro