8 de fevereiro de 2013 às 15h55min - Por Mário Flávio

A medida anunciada pelo prefeito de Afogados da Ingazeira e presidente do Consórcio de Municípios do Sertão do Pajeú (CIMPAJEÚ), José Patriota (PSB), sobre a possibilidade de suspensão dos serviços da operadora de telefonia TIM nos 17 municípios da região gerou repercussão na imprensa pernambucana. A TIM pode deixar de operar nesses municípios devido ao descumprimento na oferta do serviços contratados.

O prefeito denunciou que as 17 prefeituras tinham contratos com a TIM para serviços de telefonia e internet e que esses acordos eram renovados anualmente. Porém, devido à inadimplência de algumas cidades, apesar de ele não ter informado quais seriam, a empresa optou pelo cancelamento dos contratos de todas as administrações. “Sem nenhuma explicação ou razão eles não renovaram com as prefeituras, inclusive aquelas que estão adimplentes. Não podemos tolerar esse abuso”, reclamou.

O gestor reclamou ainda de problemas no serviço de telefonia móvel que afetam os moradores de toda região. Ele disse que pretende discutir os problemas com todos os prefeitos. Caso a normalidade do serviço não seja retomada, pensa em suspender o alvará de funcionamento das torres de transmissão de dados instaladas nos municípios, inviabilizando qualquer operação da TIM na região. A reunião dos prefeitos do Pajeú para discutir os problemas com a TIM acontecerá no próximo dia 15, em São José do Egito.

Em nota, a TIM não explicou porque cancelou os contratos, mas garantiu que vai “analisar as solicitações de cada município e se posicionar oportunamente aos seus representantes”.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro