3 de abril de 2012 às 21h05min - Por Mário Flávio

O prefeito Zé Queiroz (PDT) foi o entrevistado do Programa Conteúdo, na Caruaru FM 104,9. Durante uma hora o Chefe do Executivo Municipal explicou

detalhes sobre a saúde municipal, disse que pegou uma herança maldita da gestão anterior e pela primeira vez falou sobre a greve dos servidores da Destra. Ele explicou que o reajuste de 15% é o teto máximo que a prefeitura pode pagar. Além disso, o gestor citou que há uma grande rede de Saúde sendo desenvolvida na cidade, apesar de também reconhecer que essa infraestrutura ainda não atingiu o nível desejado na atual gestão. O prefeito também foi indagado sobre o que foi apontado como falha no planejamento das obras da duplicação da BR 104, em Caruaru, devido à falta de passarelas e acesso facilitado de um lado a outro do viaduto.

Sobre politica, o prefeito ressaltou que a Frente Popular está formando um “rolo compressor” nas eleições 2012, embora não tenha se colocado como pré-candidato à reeleição. Zé Queiroz ainda ratificou os comentários do prefeito de Olinda, o comunista Renildo Calheiros, de que projetos pessoais não terão lugar no PCdoB, e sim a definição coletiva que sairá da Frente Popular, referindo-se à proposta de Lícius Cavalcanti de sair como pré-candidato à prefeitura. Ainda sobre pré-candidaturas, o prefeito salientou que não veria problema algum em firmar uma aliança com o PSDB, apesar da postura altamente crítica do tucano Diogo Cantarelli, pré-candidato majoritário em Caruaru.

 

Ouça a entrevista


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro