26 de julho de 2013 às 20h25min - Por Mário Flávio

Rossine Blesmany

Para coibir o nepotismo, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) expediu recomendação ao prefeito de Lajedo, Rossine Blesmany (PSD), para que efetue, em 10 dias, a exoneração de duas servidoras municipais. O documento é de autoria da promotora de Justiça Danielly da Silva Lopes.

De acordo com a recomendação publicada na quarta-feira (24) no Diário Oficial, atualmente, a diretora do Centro de Convivência de Idosos (CCI), a servidora pública Maria do Socorro Braga da Silva, é tia da Secretária de Assistência Social. Já a presidente da Comissão Permanente de Licitação, a servidora Renicleide Azevedo Simplício Braga, é cunhada da secretária de Educação e tia da secretária de Assistência Social. O MP tomou conhecimento dos casos através de um procedimento preparatório.

O gestor terá que enviar à Promotoria de Justiça informações acerca das providências adotadas para as exonerações. Caso o prefeito não atenda às recomendações do MP, a promotora de Justiça poderá instaurar ação civil pública por ato de improbidade administrativa.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro