20 de agosto de 2013 às 08h55min - Por Mário Flávio

No Diário Oficial desta semana uma publicação deve causar polêmica. O prefeito Zé Queiroz (PDT) assinou dois decretos, o primeiro para prorrogar o mandato dos atuais Conselheiros Tutelares até outubro de 2015, mas determina que sigam até a realização de um novo pleito.

No parágrafo abaixo o chefe do Executivo confirma a chamada de uma eleição, mas não específica uma data para o novo pleito. De acordo com o documento, fica determinado que a Comissão Eleitoral vai regulamentar, organizar e coordenar o processo de escolha dos Conselheiros Tutelares, seguindo as determinações legais.

A nova eleição foi uma recomendação do Ministério Público, que não concorda com a prorrogação dos mandatos. O Conselheiro Tutelar Gil Bobinho não acredita na realização de uma nova eleição. “Eu não acredito que o prefeito Zé Queiroz vá desrespeitar a Lei e ferir a Constituição. Sem falar que a Lei ainda está sendo elaborada pelo Condica”, disse.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro