9 de março de 2014 às 19h47min - Por Mário Flávio

Do blog de Jamildo

O PPS aprovou na tarde deste domingo (9) o apoio da legenda à candidatura do secretário estadual da Fazenda, Paulo Câmara (PSB). O apoio foi definido em votação. A tese de Câmara teve 110 votos, contra cinco pró-Armando Monteiro (PTB). Outras cinco pessoas votaram pela abstenção. “Não pedimos favor, não pedimos cargo. Não pedimos nada”, afirmou o vereador do Recife Raul Jungmann (PPS), em discurso.

No discurso, tanto a presidente do partido, Débora Albuquerque, quanto Jungmann destacaram a necessidade de ser coerentes com o projeto nacional da sigla. Nacionalmente, o partido decidiu apoiar a candidatura presidencial do governador pernambucano Eduardo Campos (PSB) em dezembro do ano passado.

Enquanto a votação ocorria, o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, esperava do lado de fora da sala de reuniões do Hotel Mercure, na Ilha do Leite. Após a definição, ele levou a chapa completa do partido ao evento: Câmara; o deputado federal Raul Henry (PMDB), que será o vice; e o ex-ministro da Integração Fernando Bezerra Coelho (PSB), que disputará o Senado.

“O PPS é um partido que fez parte da Frente Popular num passado recente e agora a gente tem a satisfação de recebê-los novamente nos apoiando em um momento importante para o Brasil e para Pernambuco”, disse Câmara ao Blog, no final do evento. O secretário afirmou ser uma honra ter o apoio da legenda.

“Nós vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para fornecer toda estrutura necessária para levar Raul Jungmann de volta para Brasília”, defendeu Raul Henry, sobre o apoio ao vereador, que é candidato a deputado federal e trabalhou pela adesão a Câmara. Já Fernando Bezerra Coelho destacou a época em que fazia parte da legenda.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro