17 de abril de 2013 às 18h14min - Por Mário Flávio

PPS e PMN realizaram congressos nesta quarta (17), em Brasília, em que aprovaram a fusão dos dois partidos e a criação de uma nova sigla, intitulada Mobilização Democrática. O líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR), afirmou que a nova sigla será de oposição. Segundo ele, a intenção é registrar o partido ainda nesta quarta no Tribunal Superior Eleitoral.

Em um primeiro momento, o Mobilização Democrática terá 14 deputados federais, sendo 11 do PPS mais 3 do PMN. Mas esse número poderá aumentar, já que deverá ser possibilitado prazo de um mês para permitir a outros parlamentares a migração para a nova legenda sem perderem seus mandatos. A expectativa é compor uma bancada com pelo menos 20 deputados federais.

O presidente do PPS, Roberto Freire, afirmou que convidou o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB-SP) para integrar o novo partido, mas disse que ainda não obteve resposta. Em discurso no plenário do congresso do PPS, Rubens Bueno afirmou que o Mobilização Democrática fará oposição ferrenha ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT), com vistas para a eleição presidencial de 2014.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro