8 de dezembro de 2013 às 14h12min - Por Mário Flávio

20131208-141143.jpg

O PPS aprovou na noite deste sábado, durante o Congresso Nacional do partido, em São Paulo, um indicativo para construir junto com Eduardo Campos (PSB), Marina Silva, e a Rede Sustentabilidade uma candidatura à Presidência da República. Foram 152 votos a favor da tese contra 98 da proposta de candidatura própria do partido. Uma terceira sugestão, de apoio ao candidato Aécio Neves (PSDB), foi retirada na última hora.

“A partir de agora, a unidade do PPS é que é o fundamental. Não tem nem derrotados nem vencedores”, conclamou o presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire (SP). O parlamentar aproveitou para elogiar a qualidade do debates neste fim de semana. “Eu quero trazer aqui a palavra de quem já participou de congressos, convenções e reuniões. Esta reunião foi uma das reuniões mais sérias e com maior respeitabilidade que o partido já presenciou.” Mais de 70 delegados fizeram intervenções durante todo o sábado para debater os rumos do partido em 2014.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro