15 de fevereiro de 2014 às 10h17min - Por Mário Flávio

Da coluna Fogo Cruzado

Acreditando-se que a próxima eleição presidencial será decidida no segundo turno tal qual aconteceu com as três últimas, o senador Aécio Neves, em tese, tem mais chance de chegar lá com Dilma do que o governador Eduardo Campos. Tem uma estrutura partidária superior à do PSB e o apoio de todos os governadores que foram eleitos pelo seu partido (PSDB), entre eles Antonio Anastasia (MG), Geraldo Alckmin (SP), Beto Richa (PR) e Marconi Perillo (GO). Se essa preliminar é verdadeira, por que o senador Humberto Costa e outros próceres do PT consideram o governador de Pernambuco um adversário “mais perigoso” do que senador?

Simples de explicar. Eduardo Campos tem tudo para ser o “novo” que boa parte do eleitorado está procurando, após 8 anos de governos do PSDB e 12 do Partido dos Trabalhadores, e pode se transformar num “fenômeno eleitoral” em que dificilmente Aécio Neves se transformaria.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro